Archive for maio, 2009

Sistema de Busca apaixonante… (Wolfram Alfa)

Eu conheci hoje um sistema de busca viciante e apaixonante (sim, mais do que o Google) chamado Wolfram Alfa. Para mim, que era fãzaço do programa Mathematica, então, nem se fala. O negócio é o seguinte: o Wolfram é visto com mais um google killer, embora, depois de usar bastante o serviço eu concorde com o Tiago Dória de que eles são mais complementares do que rivais, pois a proposta é (bem) diferente.

Entre outras cositas bacanas, com o Wolfram você faz cálculos (de uma complexidade viciante), e responde a perguntas e queries objetivamente e com dados (muuuitos dados). Por exemplo, experimentei a seguinte query no sistema de busca do sistema: “R$ 5400 in dollars”. A resposta: confiram que lindeza de resposta e digam se o negócio não é apaixonante.

O lance do sistema é respostas exatas sem links para páginas onde vc encontraria o conhecimento por si só. Ele me dá a localização exta da estação espacial internacional, o desenvolvimento da série de Taylor para sen^2(x), me mostra a diferença em nível físico-químico entre a cafeína e a aspirina, interpreta notas musicais mostrando as distâncias de tons e semitons entre elas (bom, por exemplo, para transpor os tons de escalas e cifras musicais), desenvolve, por exemplo a integral indefinida de uma função, como, por exemplo: , mostra os terremotos próximos à ponte Akashi-Kaikyō no japão, mostra o clima em Boston em 1998 (e mesmo o de Rio Branco em 2002)um gráfico de crescimento das meninas nascidas em 29 de junho de 2000, informações sobre um icosaedro, dados sobre a cidade que estou morando atualmente e uma INFINADE de outras informações.

O serviço ainda está em testes e as perguntas são sempre em Inglês, mas que as possibilidades (de crescimento e de pesquisas) são fascinantes, isso são. Ah, como bem lebra o Tiago Dória, é sempre bom confrontar os dados oriundos da Internet com outras fontes, sejam elas reais ou virtuais.

Até.

Anúncios

quarta-feira, 27 maio, 2009 at 6:27 pm Deixe um comentário

Algoritmo de Euclides

O algoritmo de Euclides para obtenção do MDC pode ser descrito como uma série de divisões sucessivas, o que dispensa fatoração.

Continue Reading sexta-feira, 15 maio, 2009 at 4:16 pm 2 comentários

A clarividência de Sêneca

“Tempo virá em que uma pesquisa diligente e contínua esclarecerá aspectos que agora permanecem escondidos. O espaço de tempo de uma vida, mesmo se inteiramente devotada ao estudo do céu, não seria suficiente para investigar um objetivo tão vasto… este conhecimento será conseguido somente através de gerações sucessivas. Tempo virá em que os nossos descendentes ficarão admirados de que não soubéssemos particularidades tão óbvias a eles… Muitas descobertas estão reservadas para os que virão, quando a lembrança de nós estará apagada. O nosso universo será um assunto sem importância, a menos que haja alguma coisa nele a ser investigada a cada geração… A natureza não revela seus mistérios de uma só vez”.

Sêneca, Problemas Naturais Livro 7, século I

quarta-feira, 13 maio, 2009 at 6:35 pm Deixe um comentário

Dia nacional da Matemática

Bom, ao menos uma coisa vossas excelências, os nossos parlamentares sabem fazer bem: criar feriados e datas comemorativas.
Pois bem, hoje comemora-se (sem muito alarde, é verdade!) o DIA NACIONAL DA MATEMÁTICA. Hoje, dia do nascimento do grande carioca Julio César de Mello e Souza, mais conhecido como Malba Tahan. Sim, ele mesmo, autor de “O Homem que calculava”, brasileiríssimo como eu (embora menos miscigenado que eu, eu creio! rsrs).
Malba Tahan era um divulgador da matemática além de amante e professor da arte de Arquimedes, Leibiniz, Diofanto, Euclides, Newton , Bhaskara, Euler, Gauss, Fermat e muitos, muitos outros cérebros que contribuíram para a construção de nossa sociedade, de nossa ciência e de tudo o que nos possibilita a sociedade atual ser do jeito que ela é.
Malba Tahan foi mais do que um amante da Matemática. Ele imaginava que essa bela ciência era bem melhor ensinada e aprendida se fosse (oh! Horror dos horrores dos maus professores), vejam só, DIVERTIDA.
Ainda há muitos que acreditam nessa possibilidade. Para todos os mestres que fazem da arte de Pitágoras um divertido aprendizado e para o grande Malba Tahan, os mais sincerosos e honrosos parabéns.

quarta-feira, 6 maio, 2009 at 6:56 pm 1 comentário


Follow Computador de papel: o conteúdo da forma on WordPress.com

Feeds

direto do Twitter

O Computador de Papel

O computador de papel nada mais é do que a tentativa de "humanizar" o computador, trazê-lo para a fantasia lúdica da realidade, fazê-lo compreendido pelos milhares que o usam, mas não o entendem. Nasceu de minhas viagens intelectuais defronte da tela de fósforo um dia em que ele retrucou-me: decifra-me ou te devoro. Para não ser devorado, ousei decifrá-lo. É também onde posto minhas aulas, meus trabalhos, minhas impressões de um pouco de nada sobre coisa nenhuma. É o local onde falo das minhas paixões, entre elas, a música, o cinema, a TI e a ciência. É um espaço de discussão sobre a realidade do computador, sua influência, seus avanços, o exercício do óbvio que é mostrar a sua importância no e para o mundo. Tem o estilo de seu criador, acelerado, com um tom sempre professoral, tresloucado, por vezes verborrágico, insano, nevrálgico, sem arroubos literários, atônito e contemplativo diante da realidade, apaixonado, livre, feito para mostrar que a TI é antes de tudo, feita por gente!

Estatísticas do blog

  • 126,219 cliques e contando...

Agenda de posts

maio 2009
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031